Notícias

Assembleia de professores em Uberlândia, dia 17/03

uniao-maos-725 (1)
Enviar por e-mail
Imprimir página Imprimir agora
Tamanho das letras A+ A-

Campanha reivindicatória 2018

Os professores são o Sindicato, em resistência e unidade na luta!

 Desde novembro de 2017, nas assembleias da categoria, algumas diretrizes já foram definidas através das mobilizações que iniciamos, como a manutenção de todas as conquistas da categoria, a valorização da profissão docente, a necessidade de fortalecer a luta sindical e do Sinpro Minas representar todos os professores, independentemente da forma de contratação de trabalho. Mas sentimos que essa negociação não será nada fácil. Em reunião com o sindicato patronal já sentimos a grande resistência em manter nossas conquistas.

 Queremos a Renovação da Convenção Coletiva de Trabalho sem retrocessos!

 Os patões querem:

– Retirar da CCT a obrigatoriedade de se fazer a homologação no  Sinpro Minas;

– Iniciar as férias no primeiro dia útil, após o Natal, até dia 25 de janeiro, retornando as aulas no dia 28 de janeiro. Os dias perdidos poderão ser compensados na “semana do saco cheio”;

– Manter as bolsas somente para os professores da própria escola;

– Regulamentar a EAD especificando quem é professor, quem é tutor e quais as tarefas de cada um. Porém não especificarão o número de alunos e terão um piso menor que o do ensino regular;

– A valorização docente será mantida somente pelo INPC, sem ganho real;

– A data-base só terá validade por um ano – vigência do acordo só para 2018;

– Os professores do noturno perderão o intervalo de 15 minutos caso tenham 4 aulas ou menos;

– O professor terá direito ao adicional por tempo de serviço apenas se permanecer na instituição ininterruptamente;

– A gestante será obrigada a gozar as férias coletivas logo após a licença maternidade;

– A indenização por redução de carga horária será excluída.

Sobre o desconto da Contribuição Sindical

Precisamos discutir os graves prejuízos da reforma trabalhista e a importância de se manter a luta sindical por melhores condições de vida e trabalho dos professores. Com a reforma trabalhista a contribuição sindical deixa de ser compulsória e passa a ser facultativa. Em assembleia anterior, nenhum professor se opôs ao desconto do imposto, concordando que o Sinpro Minas envie para todas as escolas a autorização para o desconto de um dia de serviço, no mês de março.

ASSEMBLEIA DE PROFESSORES DO SETOR PRIVADO DE EDUCAÇÃO

17 DE MARÇO – 9 HORAS

Na Sede do Sinpro Minas

Rua Olegário Maciel, 1212 – Lídice – Uberlândia/MG

 Participe e fortaleça a luta pela valorização da categoria e contra a retirada de direitos!

Comentários (0)

Deixe um comentário