Notícias

Conheça os deputados mineiros que votaram a favor da Reforma Trabalhista

Congresso_Nacional_foto_Agencia_Senado
Enviar por e-mail
Imprimir página Imprimir agora
Tamanho das letras A+ A-

Na última quinta (27/04),  o Plenário da Câmara dos Deputados concluiu a votação do projeto de lei da reforma trabalhista (PL 6787/16, do Poder Executivo). O texto altera a Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) para prever, entre outras medidas, a prevalência do acordo sobre a lei, ou do negociado sobre o legislado. A matéria será enviada ao Senado.

Aprovada na forma do substitutivo do relator, deputado Rogério Marinho (PSDB-RN), a proposta estabelece que a convenção coletiva e o acordo coletivo de trabalho prevalecerão sobre a lei em 15 pontos diferentes, como jornada de trabalho, banco de horas anual, intervalo mínimo de alimentação de meia hora, teletrabalho, regime de sobreaviso e trabalho intermitente. Poderão ser negociados ainda o enquadramento do grau de insalubridade e a prorrogação de jornada em ambientes insalubres, sem licença prévia do Ministério do Trabalho.

A classe trabalhadora brasileira se uniu e foi às ruas na greve geral do dia 28 de abril e no Dia do Trabalhador, 1º de maio, contra essa reforma trabalhista e contra as demais medidas impopulares do governo ilegítimo de Michel Temer. As mobilizações contra essas reformas continuam em todo o país.

Conheça os deputados mineiros que traíram os trabalhadores e votaram pela destruição da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT):

Cartaz CLT

Comentários (0)

Deixe um comentário