Notícias

Coronavírus: mulheres em todo o Brasil precisam de ajuda

estaMulheres-pobres-trabalham-cinco-vezes-mais-que-homens-em-zonas-rurais_full
Enviar por e-mail
Imprimir página Imprimir agora
Tamanho das letras A+ A-

As mulheres estão entre os grupos mais afetados pelas consequências sociais e econômicas da pandemia do coronavírus. Elas são maioria entre os trabalhadores informais, ainda recebem salários menores e também sofrem com a violência doméstica, que tem crescido no período de isolamento domiciliar. Por isso, diversos projetos pelo país estão organizando ações solidárias voltadas para mulheres em situação de vulnerabilidade.

Para quem quiser e puder ajudar, a equipe de  CELINA  preparou uma lista de iniciativas que reúnem doações para essas mulheres. Essa pode ser uma forma de colocar a sororidade em prática nesse momento tão difícil. Confira:

Apoie uma empreendedora periférica

Rio de Janeiro

O projeto, organizado pelo coletivo e start-up As Josefinas, arrecada doações para comprar cestas básicas, kit limpeza, kit infantil e hortifruti (adquirido de produtores locais) para cerca de cem microempreendedoras da Zona Oeste carioca e seus familiares. A cada R$ 1 doado, os patrocinadores da campanha doam R$ 2, até que a meta de R$ 30 mil seja alcançada. Os doadores podem escolher recompensas que vão desde menção nas redes sociais do projeto até mentorias online.

Para ajudar:  Na campanha apoie uma empreendedora

Mais informações:  Na página do coletivo As Josefinas

Apoie uma chefe de família

Rio Grande do Sul

A ONG Mulher em Construção, que capacita mulheres para trabalhar na área da construção civil na região de Porto Alegre (RS), criou a campanha “Apoie uma chefe de família”. A iniciativa visa complementar a renda de mulheres que já passaram pelas oficinas da organização e estão em situação de vulnerabilidade social e econômica durante o período de isolamento domiciliar. Elas recebem um voucher, que pode ser usado para compra de alimentos e materiais de limpeza.

Mais informações:  No site da ONG Mulher em Construção

Campanha de cestas básicas da Rede Nami

Rio de Janeiro

A organização de mulheres artistas Rede Nami está conectando colaboradores com mulheres chefes de família de diversas comunidades no estado do Rio de Janeiro que estão com dificuldade no acesso à alimentação durante o período de isolamento domiciliar. O valor arrecadado por meio de uma plataforma online é revertido em cestas básicas, que custam R$ 100 cada uma.

Para ajudar:  Na campanha de doação da Rede Nami

Mais informações: No Facebook da Rede Nami

Rede de Apoio a Diaristas

Diversos estados

Organizada pelo Movimento de Mulheres Olga Benário, a Rede de Apoio a Diaristas reúne doações para as trabalhadoras que tiveram seus serviços suspensos ou cancelados devido à pandemia de coronavírus. Além das diaristas, a campanha também apoia trabalhadoras autônomas que atuam em serviços de limpeza, camelôs, cuidadoras e indígenas que vendem seus artesanatos. As doações, a partir de R$ 5, podem ser feitas por meio de uma campanha de financiamento online e são revertidas em cestas básicas e materiais de limpeza. Além disso, é possível doar materiais diretamente nas Casas de Referência parceiras.

Para ajudar:  Na campanha de Apoio a Diaristas

Mais informações:  No Facebook do Movimento de Mulheres Olga Benario

Campanha de alimento para as Marisqueiras

Pernambuco

O projeto de surf feminino TPM (Todas Para o Mar) criou uma vaquinha online com o objetivo de arrecadar o valor necessário para comprar cestas básicas para 150 famílias de marisqueiras, artesãs, catadoras de latinhas, ambulantes e trabalhadoras autônomas da região da baía de Maracaípe, em Pernambuco. Caso a meta seja ultrapassada, elas irão ajudar mais famílias necessitadas.

Para ajudar:  Na vaquinha da campanha de alimento

Mais informações:  No Instagram do projeto TPM

Segura a Curva das Mães

Todo Brasil

Depois de mapear mais de 700 mães em situação de vulnerabilidade em todo o país, agora o Instituto Casa Mãe e o Coletivo Massa estão arrecadando doações para apoiar essas mulheres. Os valores arrecadados por meio de uma vaquinha online são investidos no apoio a organizações parceiras voltadas para a assistência dessas mulheres e na garantia de um apoio financeiro para as mães identificadas pelo mapeamento.

Para ajudar:  Na vaquinha Segura a Curva das Mães

Mais informações:  No Facebook do Instituto Casa Mãe

Projeto Por Elas

Maranhão

O Projeto Por Elas reúne doações voltadas para mulheres em situação de vulnerabilidade durante a pandemia de coronavírus, como aquelas em situação de rua, que foram vítimas de violência ou de baixa renda. O auxílio é feito por intermédio de instituições parceiras, como a Patrulha Maria da Penha, hospitais e profissionais do Consultório na Rua. As contribuições podem ser feitas por meio de conta bancária ou pode ser combinada a entrega de materiais.

Mais informações: No Instagram do Projeto Por Elas

Coletivo Mulheres da Luz

São Paulo

O Coletivo Mulheres da Luz recebe doações para mulheres em situação de prostituição, que trabalham na região do Parque da Luz, na cidade de São Paulo. “Em dias normais, elas já não conseguem se sustentar com os programas de 20 ou 30 reais que realizam e, com a pandemia de agora, precisam ainda mais da nossa ajuda”, diz a publicação do coletivo. A contribuição pode ser feita por meio de transferência bancária ou pela doação de produtos alimentícios ou de higiene. Os valores doados também são revertidos para o pagamento de aluguel e gás das mulheres, entre outros gastos.

Mais informações: No Facebook do Coletivo Mulheres da Luz

Por Raphaela Ramos

Fonte: (Celina/O Globo, 05/05/2020 – acesse no site de origem)

Comentários (0)

Deixe um comentário