Notícias

Diretoria do Sinpro Minas traça ações para enfrentar descumprimentos

computador
Enviar por e-mail
Imprimir página Imprimir agora
Tamanho das letras A+ A-

Reunida em sala virtual na tarde de ontem, 06/04, com a presença de 47 integrantes em todo o estado, a diretoria do Sinpro Minas pautou o enfrentamento às diversas denúncias que vem recebendo sobre descumprimentos de instituições de ensino com relação à liminar de 27/03 do TRT-3, bem como abusos e sobrecarga de trabalho remoto que têm acontecido nas relações de trabalho com os professores.

A reunião teve início com a presença e análise da conjuntura feita pelo presidente nacional da CTB – Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil, Adilson Araújo, que discorreu sobre as dificuldades contextuais para os trabalhadores brasileiros.

Adilson ressaltou que o cenário da pandemia do COVID-19, infelizmente, se tornou um terreno fértil tanto para o governo como para diversos empresários atacarem ainda mais os direitos dos trabalhadores, debitando-lhes, quase que exclusivamente, o ônus da crise gerada pela pandemia.

O presidente da CTB ressaltou que o momento seria de auxílio para a classe trabalhadora, garantindo-lhes sobrevivência e estabilidade pelo menos enquanto durasse o período da quarentena, estipulando auxílio às empresas que porventura demonstrassem dificuldades, como por exemplo, praticando renúncias fiscais àquelas que garantissem empregos e comprovassem necessidade. Ressaltou, também, ações de proteção aos trabalhadores e aos empregos que têm sido desenvolvidas em diversos países do mundo, inclusive naqueles com situação econômica mais adversa que a brasileira. No Brasil, porém, o que se observa é que o governo tem optado pelo caminho do desmonte dos direitos da classe trabalhadora e pelo desmedido favorecimento ao empresariado.

Como pauta a ser cumprida pela CTB, Adilson ressaltou a consolidação de uma frente coesa entre as centrais sindicais, que têm se reunido diuturnamente para encontrar caminhos pela manutenção dos salários, através das ações e negociações com o Congresso Nacional, com os governadores dos estados, bem como para estabelecer um amplo diálogo para que, após a quarentena, tenhamos um plano de retomada gradativa e segura da atividade econômica.

Após a intervenção de Adilson Araújo, que parabenizou as ações do Sinpro Minas em responder de forma eficiente aos ataques à sua categoria, os diretores do sindicato debateram sobre a Campanha Reivindicatória 2020 e o andamento das negociações.

Por fim, o coletivo reafirmou as interpelações às instituições privadas de ensino que têm descumprido a liminar do Tribunal Regional do Trabalho bem como as medidas a serem tomadas para preservar a saúde e a qualidade de vida do professor do setor privado em Minas Gerais.

WhatsApp Image 2020-04-07 at 10.11.54

WhatsApp Image 2020-04-07 at 10.11.54 (1)

Comentários (0)

Deixe um comentário