Notícias

Contee repudia declarações do presidente e do ministro da Educação

nota-de-repudio
Enviar por e-mail
Imprimir página Imprimir agora
Tamanho das letras A+ A-

A Confederação Nacional dos Trabalhadores em Estabelecimentos de Ensino (Contee) expressa seu repúdio pelas postagens do presidente da República, Jair Bolsonaro, em sua página no Twitter, corroborando a intenção do ministro da Educação, Abraham Weintraub, de descentralizar os investimentos para os cursos de Ciências Humanas, sobretudo filosofia e sociologia, no país.

A proposta do governo, além revelar sua profunda ignorância sobre a relevância dos estudos nas áreas, fundamentais para a consolidação da reflexão crítica, evidencia a perseguição ideológica praticada por essa gestão.

Além disso, ao contrapor os cursos de humanidades — que seriam, segundo eles, supostamente reservados a uma elite — a faculdades que “gerem retorno imediato ao contribuinte, como: veterinária, engenharia e medicina”, o presidente e o titular do MEC demonstram uma visão equivocada e tacanha dessas formações, como se alguma delas prescindisse de noções de ética e de pensamento reflexivo sobre a realidade na qual estão inseridas.

A Contee mantém sua defesa da importância do ensino de filosofia e sociologia desde a educação básica, bem como sua luta por uma educação crítica e cidadã.

Brasília, 26 de abril de 2019.

Confederação Nacional dos Trabalhadores em Estabelecimentos de Ensino — Contee

Comentários (0)

Deixe um comentário