Nova assembleia de professores – 04/05 | SINPRO MG | Sindicato dos Professores do Estado de Minas Gerais representa os docentes do setor privado de ensino e conta hoje com uma base de cerca de 80 mil professores.

Notícias

Nova assembleia de professores – 04/05

assembleia (2)
Enviar por e-mail
Imprimir página Imprimir agora
Tamanho das letras A+ A-

Em greve, professoras e professores têm nova assembleia nesta sexta

As professoras e professores do setor privado de ensino voltam a se reunir em assembleia a partir das 16h desta sexta-feira, 04/05, no Espaço Democrático instalado no hall da Assembleia Legislativa. Eles vão avaliar os resultados da reunião dos associados do sindicato patronal a ser realizada pela manhã em torno de sua contraproposta.

Durante assembleia realizada na noite de quarta-feira, 02, os docentes decidiram permanecer em greve. A categoria avaliou que não havia nada garantido quanto a seus direitos, uma vez que o sindicato patronal (Sinep-MG) comunicou, em mesa de negociações no TRT, que precisava realizar uma assembleia com seus associados para decidirem se aceitam ou não o que foi acordado perante o desembargador e o procurador do Ministério Público do Trabalho (MPT).

Os professores e professoras insistem em não abrir mão da valorização da categoria com ganho real nos salários, homologação no sindicato das rescisões de contratos com mais de um ano e a vigência da convenção coletiva por dois anos.

 Nova assembleia de professores
Dia 04/05  às 16h
Local: Espaço Democrático (hall) da ALMG – Rua Rodrigues Caldas, 30

Nenhum direito a menos! Chega de retrocesso!
Nossos direitos, nossa luta!

Comentários (1)

  1. Prezadxs, pedimos apoio para uma questão específica e grave vivenciada no Centro Universitário Metodista Izabela Hendrix: os atrasos de salário desde o segundo semestre do ano passado (ainda não recebemos o mês de março), o descumprimento de promessas de pagamento, ausência de depósitos de FGTS desde 2016, a falta de transparência e autonomia da instituição frente a centralização da gestão à distância em SP. Nos ajudem, professores estão endividados e com dificuldades de sustentarem suas famílias.

Deixe um comentário