Notícias

Professores do INAP retomam greve!

continuamos-em-greve-725x390px
Enviar por e-mail
Imprimir página Imprimir agora
Tamanho das letras A+ A-

Escola não cumpre Acordo Judicial: recebe mensalidades e não paga salários

Os professores do INAP decidiram, em assembleia, retomar o movimento grevista iniciado em agosto último. A greve havia sido suspensa em atendimento à proposta formulada pela Justiça do Trabalho, através de um acordo para pagamento dos salários atrasados. Passados dois meses a escola não cumpriu sequer uma cláusula do Acordo Judicial, desrespeitou prazos, sonegou dados, impediu o funcionamento da Comissão Paritária de Acompanhamento e, ainda, deixou de apresentar à Justiça as informações contábeis de comprovação de sua movimentação financeira, na forma prometida. Enfim, nada do que se comprometeu a direção do INAP honrou.

Assim, os/as professores/as aprovaram, com muita prudência, o seguinte cronograma de ação em sua assembleia:

1. Até o dia 29/10 foi aguardado um gesto de cumprimento do acordo por parte da escola; como a Instituição não cumpriu o acordado, foi feita a notificação da decisão de retomada da greve;

2. No dia 31/10, caso se mantivesse o quadro de descumprimento das obrigações, a greve seria retomada. Como nada foi feito pela escola, mesmo após ter sido notificada pelo sindicato, foi retomada a greve;

Dessa forma, desde o dia 31 de outubro, os professores reiniciaram as paralisações de suas atividades; o movimento ganhou força na segunda feira, 05/11, após o feriado prolongado.

A expectativa é de que seja realizada uma urgente audiência no TRT para determinar perícia nas contas da escola e que sejam impostas medidas cautelares para assegurar os direitos dos professores e evitar danos aos estudantes.

Comentários (0)

Deixe um comentário