Notícias

Revista Elas por Elas 9

capa-elas-por-elas-2016
Enviar por e-mail
Imprimir página Imprimir agora
Tamanho das letras A+ A-

Revista Elas por Elas 9 – 2016 Acesse aqui

 

Revista Elas por Elas

A revista sobre gênero Elas por Elas foi criada, em 2007, com o objetivo de dar voz às mulheres e incentivar a luta pela emancipação feminina. A revista enfatiza as questões de gênero e todos os temas que perpassam por esse viés. Elas por Elas traz reportagens sobre mulheres que vivenciam histórias de superação e incentivam outras a serem protagonistas das mudanças, num processo de transformação da sociedade. A revista aborda temas políticos, comportamentais, históricos, culturais, ambientais, literatura, educação, entre outros, para reflexão sobre a história de luta de mulheres que vivem realidades diversas. São ciganas, circenses, escritoras, sindicalistas, cabeleireiras, professoras, políticas, quadrinistas, presidiárias, feministas… Não importa quais papéis exerçam na vida ou na sociedade, são mulheres de fibra que enfrentam o desafio de lutar contra o machismo, a violência, a discriminação e a emancipação. “Com uma categoria formada majoritariamente por mulheres, a decisão de editar uma revista com esse perfil foi uma decisão acertada da diretoria.”, opina a presidenta do Sinpro Minas, Valéria Morato.

A edição anual é sempre lançada durante um evento em comemoração ao Dia Internacional da Mulher, quando o Sinpro Minas entrega a Medalha Clara Zetkin a mulheres de destaque em diversas áreas de atuação. A revista consolidou-se como um importante espaço de reflexão sobre o machismo em nossa sociedade e como instrumento para a educação e formação de uma consciência pela igualdade e diversidade de gênero, raça/etnia e pela emancipação da mulher.

Premiações

Prêmio Nacional de Jornalismo Abdias Nascimento – Promovido pela

Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj) – Reportagens finalistas nas categorias

Mídia Alternativa e Gênero:

2011 – “Os desafios da profissão e da organização sindical das empregadas

domésticas” – Débora Junqueira

2012 – “A pobreza no Brasil é feminina, negra e jovem” – Débora Junqueira

Estatuto da Igualdade Racial” – Cecília Alvim

2013 – “Fora das capas de revistas” – Débora Junqueira

Prêmio Nacional de Jornalismo sobre Violência de Gênero” – Promovido

pela Rede Feminista de Saúde, Direitos Sexuais e Direitos Reprodutivos, de

Santa Catarina:

2014 – Menção honrosa – Reportagem “O parto é da mulher – movimentos

denunciam a violência e propõem mudanças para promover o

parto ativo e humanizado” – Cecília Alvim

Comentários (0)

Deixe um comentário