Notícias

Sinpro Minas condena racismo em curso da PUC Minas

notaderepudio
Enviar por e-mail
Imprimir página Imprimir agora
Tamanho das letras A+ A-

O Sinpro Minas condena, de forma veemente, atitudes racistas como a que ocorreu na última sexta-feira (29/3), em uma unidade da PUC Minas em Belo Horizonte, durante uma aula do curso de medicina veterinária.

Na ocasião, uma professora da instituição de ensino fez um comentário racista sobre a aparência de um jovem estudante negro, que passou em sala de aula para divulgar informações sobre um congresso estudantil.

Trata-se de uma atitude inaceitável, que merece o repúdio de todos aqueles que buscam a construção de uma sociedade justa e sem preconceitos.

Espera-se de um docente uma postura condizente com a promoção, no ambiente escolar, de um espaço plural, de debates e promoção de igualdades – e não o contrário, como o ocorrido nesse recente episódio.

Dessa forma, o Sinpro Minas reafirma o seu repúdio à conduta da professora, com a certeza de que tal postura também é condenada por toda a comunidade docente.

O sindicato também se solidariza com o estudante vítima de racismo e espera que as providências sejam devidamente encaminhadas pela instituição de ensino, com a finalidade de evidenciar para a sociedade que não é conivente com tais atitudes.

Comentários (1)

  1. Coisas da PUC...Aliás, eu gostaria muito de saber se o Aécio Neves chegou a receber o diploma da PUC. Sei que o vovô Tancredo teve de interferir para ver o netinho passar de ano.

Deixe um comentário