Notícias

Sinpro Minas solidariza-se com o Colégio Santo Agostinho

WhatsApp Image 2018-11-26 at 16.26.34
Enviar por e-mail
Imprimir página Imprimir agora
Tamanho das letras A+ A-

O Sinpro Minas manifesta total solidariedade aos/às professores/as, estudantes, auxiliares, pais e direção escolar do Colégio Santo Agostinho e reitera o seu apoio ao livre exercício da atividade docente.

Recentemente, a instituição de ensino foi alvo de uma ação judicial proposta por dois promotores do Ministério Público de Minas Gerais, a partir de uma representação que um grupo de pais de alunos fez no ano passado.

A ação, baseada em uma leitura errônea da realidade, critica a proposta pedagógica da escola, que prevê a abordagem da temática de gênero em sala de aula.

Não resta dúvida de que iniciativas como essa, inspiradas no projeto de Escola “sem partido”, ferem os princípios constitucionais da liberdade de cátedra e do pluralismo de ideias e concepções pedagógicas, pilares da construção do conhecimento no ambiente escolar.

A ação e outras iniciativas dessa natureza desconsideram o fato de que a escola, por ser um dos principais espaços formativos na sociedade, não pode se furtar a debater com os alunos e toda a comunidade escolar os diversos assuntos que a permeiam.

Também não levam em consideração o conhecimento dos professores, capazes de promover a formação ampla e integral dos educandos, dentro dos princípios normativos previstos na legislação em vigor. 

Tratar de temas presentes na base curricular e também no projeto político-pedagógico proposto no ambiente escolar é fundamental para a busca de uma sociedade mais inclusiva e de qualidade, pautada pelos princípios dos direitos humanos e pelo respeito às diferenças, tão necessários nos dias atuais.

Dessa forma, o Sinpro reafirma o seu o apoio à comunidade escolar do Colégio Santo Agostinho e se coloca à disposição para eventuais ações em defesa da autonomia profissional e dos direitos da categoria.

Diretoria do Sinpro Minas

Comentários (9)

  1. Rita disse em

    Toda minha solidariedade à escola. Esses pais que fizeram a representação deram um péssimo exemplo aos seus filhos.

  2. Eu me solidarizo com o Colégio Santo Agostinho, professores, funcionários, alunos e pais que tem interesse que o filho se forme cidadão,

  3. Os tempos são outros, bem outros, meu avô foi professor do Colégio Santo Agostinho por 25 anos, eu e meu irmão estudamos lá por 8 anos. Por mais que a vida seja muito diferente, só tenho elogios, saudades e agradecimentos a o Colégio Santo Agostinho. Duvido que com a equipe gabaritada que tem, houve extrapolação de qualquer coisa. Me solidarizo com esta ótima instituição de ensino. Aposto que muitos que reclamam, assistem Globo e outras que só apresentam novelas e programas com exemplos que mostram efusivamente, o que há de pior do ser humano.

  4. Parabéns pela nota crítica e esclarecedora. Todo apoio ao colégio Santo Agostinho. Toda solidariedade aos professores, estudantes, funcionários e aos pais que não concordam com essa atrocidade.

  5. Não autorizei ninguém pedir indenização no meu ou no nome dos meus filhos menores. Retirem -nos dessa palhaçada, MP!

  6. Parabéns pela iniciativa, e solidariedade!

  7. Parabéns pela iniciativa!

  8. Eu me solidarizo com o Colégio Santo Agostinho. Os pais devem buscar para os seus filhos um Colégio cuja filosofia se coadune com a deles.

Deixe um comentário