Notícias

Vigília no Senado: CTB afirma que a classe trabalhadora resistirá a todo custo

nova
Enviar por e-mail
Imprimir página Imprimir agora
Tamanho das letras A+ A-

A Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB) promove nesta terça-feira (11), desde às 9 horas, na entrada do anexo II do senado um ato contra a aprovação da Reforma Trabalhista.

“Os direitos da classe trabalhadora não podem ser transformados em moeda de troca, sob pena de traição aberta aos interesses maiores da classe”, afirmou o presidente nacional da CTB, Adilson Araújo. E convocou para a luta: “A CTB reitera sua orientação: luta sem trégua e sem fronteiras em defesa da CLT, da Previdência, da democracia e da soberania nacional.”

Durante o ato, os dirigentes da CTB reforçam a importância de manter a resistência contra a malfada medida, que visa promover uma devastação nos direitos sociais e trabalhistas.

Ao lado do deputado cetebistas Assis Melo (PCdoB-RS), Vicente Selistre, vice-presidente da CTB ressaltou o papel incansável dos parlamentares da oposição e aproveitou para convidar os senadores e deputados da oposição a se somarem aos manifestantes cetebistas que estarão na entrada do anexo II, na manhã da terça-feira, se manifestando contra “a mãe das batalhas”, como considerou Selistre.

Comentários (0)

Deixe um comentário