Cidadãs do Mundo: a criança dos séculos XVI a XVIII | SINPRO MG | Sindicato dos Professores do Estado de Minas Gerais representa os docentes do setor privado de ensino e conta hoje com uma base de cerca de 80 mil professores.

Rádio Sinpro Minas

Escute a rádio Sinpro Minas - AO VIVO
livro

Cidadãs do Mundo: a criança dos séculos XVI a XVIII

A antropóloga Veronique Durand fala  sobre a realidade da criança no período entre os século XVI e XVIII, quando as condições eram precárias e elas viviam no mundo dos adultos sem muitos cuidados especiais. A mortalidade infantil era grande e isso fazia com os pais não se apegassem muito a seus filhos. Ela cita a obra  A Criança e a Vida Familiar no Antigo Regime, do francês Philippe Ariès, que  é praticamente a única obra que propõe uma abordagem histórica da infância. Verónique ressalta ainda que não existia adolescência como hoje - a criança entrava direto na vida  adulta, assumindo, ainda muito cedo, papéis programados para ela.

Comentários (0)

Deixe um comentário